fbpx

Alerta sobre necessidade de certificação RNP APCH com RF leg

Com o aumento de aeródromos dotados de procedimentos IFR na modalidade RNP APCH com RF leg – procedimentos que possuam algum segmento com trajetória lateral em curva traçada a partir de um raio fixo –, o DECEA alerta para a necessidade de que os operadores se certifiquem para este tipo de procedimento.
11 de janeiro de 2021
alerta-sobre-necessidade-de-certificacao-rnp-apch-com-rf-leg.jpg
Com o aumento de aeródromos dotados de procedimentos IFR na modalidade RNP APCH com RF leg – procedimentos que possuam algum segmento com trajetória lateral em curva traçada a partir de um raio fixo –, o DECEA alerta para a necessidade de que os operadores se certifiquem para este tipo de procedimento.

Atualmente, já se encontram disponíveis tais procedimentos para os aeródromos de São Roque/Catarina e Goiânia/Santa Genoveva, e estão em fase de elaboração procedimentos para os aeródromos de Fortaleza, Belém e Maceió. 

Para a inclusão de capacidade RNP APCH com RF leg para pilotos e aeronaves é necessário seguir o disposto na IS Nº 91-001 Revisão E – Aprovação operacional de navegação baseada em desempenho (PBN). Por meio deste regulamento, a ANAC irá emitir uma LOA – Letter of Authorization para os operadores regidos pelo RBAC Nº 91, ou irá alterar a EO no caso de operadores regidos pelos RBAC Nº 121 ou 135.


Sobre

A Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG) foi criada com o intuito de defender e promover os interesses de pessoas e organizações que operem aeronaves como forma de apoio a seus negócios de forma í­ntegra e profissional, angariando o reconhecimento da sociedade e do governo como seu legí­timo interlocutor.



© ABAG 2020 . www.abag.org.br . Todos os direitos reservados



Newsletter